O que saber antes de instalar um mupi digital no exterior

A instalação de uma rede de mupis digitais vai além do custo de aquisição de equipamentos, principalmente quando estes são concebidos para o exterior. Mas há que ter em atenção a variedade de opções, custos e conhecimentos necessários para planear e implementar uma solução de sinalização digital, pois há toda uma monitorização a fazer ao longo do tempo, que pode sair mais cara ao longo dos anos se não existir um investimento ponderado.

Quer isto dizer que há que pensar no processo global, que inclui instalação, desenvolvimento de conteúdo, serviço e actualizações. Não obstante, com o conhecimento e com a experiência da PARTTEAM & OEMKIOSKS, tudo se torna mais fácil e cómodo para o cliente. Assim, em vez de se optar pelo mais barato, talvez se possa pensar nas vantagens de adquirir produtos de qualidade. Podemos mesmo dizer que a instalação de mupis digitais no exterior passa por quatro etapas, sendo elas as seguintes:

  • Análise do projecto (nomeadamente as necessidades inerentes ao mesmo e o local onde se pensa implantar o equipamento);
  • Desenvolvimento da solução;
  • Planeamento da implantação;
  • A instalação em si.
Mupi digital outdoor
Mupi digital promove turismo na Sérvia

Para além disso, os equipamentos estão a tornar-se cada vez mais complexos, uma vez que, no exterior, os mesmos são submetidos a condições extremas, como o clima ou a acção humana.

Não obstante, assiste-se a uma crescente adopção de produtos de sinalização digital. Os mupis digitais para outdoor são plataformas poderosas de construção de marca para várias empresas, esperando-se que venham a desempenhar, no futuro, um papel ainda mais dominante na publicidade. Aliás, prevê-se que o valor do mercado global de publicidade ao ar livre atinja os 54,13 mil milhões de dólares em 2024. Um relatório do WARC de 2018 constatou ainda que a publicidade em DOOH deve crescer 10% a cada ano entre 2018 e 2021. Mais do que nunca, as empresas estão a investir agora em formas de publicidade digital ao ar livre. O foco está, portanto, no possível envolvimento do cliente, graças às tecnologias interactivas.

DOOH para Casa do Professor, em Braga
DOOH para Casa do Professor, em Braga

Os propósitos de um mupi digital para outdoor

Um mupi digital tem como grande objectivo a publicidade. No entanto, acaba também por ser um equipamento de serviço público, contribuindo também para o desenvolvimento do conceito de smart cities (cidades inteligentes). Hoje em dia, também já podemos ver mupis digitais para outdoor que motivam também a interacção com o utilizador.

Neste sentido, e para além da função publicitária inerente a um mupi digital para outdoor, quando falamos no movimento das cidades inteligentes, podemos afirmar que este equipamento visa fornecer às pessoas as melhores soluções para as suas necessidades diárias, sem esquecer o foco na sustentabilidade e na garantia de um futuro melhor.

No que concerne à questão publicitária e aos serviços da PARTTEAM & OEMKIOSKS, podemos referir o software QMAGINE SIGN, que permite captar a atenção do seu público-alvo com imagens envolventes, para além de destacar um produto em promoção e de possibilitar ao consumidor a consulta de informações mais detalhadas sobre esse produto. Esta acaba por ser uma nova forma de comunicar com clientes (ou potenciais clientes) e de, em simultâneo, criar experiências criativas e inovadoras, substituindo revistas, panfletos e cartazes e tornando a comunicação mais dinâmica e activa.

Contudo, a tecnologia está em constante evolução e, hoje em dia, um mupi digital tem múltiplos propósitos. A interacção com o utilizador, por exemplo, é uma aposta cada vez mais frequente das empresas. Não obstante, caso seja esta a finalidade escolhida para o mupi digital, há que ter em consideração que há a necessidade de desenvolver um software específico, caso este ainda não exista. O software YPortal da PARTTEAM & OEMKIOSKS serve, precisamente, este propósito. Através dele, os utilizadores podem consultar a meteorologia, ver galerias de fotos, fazer downloads, consultar os horários e linhas de transportes públicos locais, localizar farmácias de serviço, entre outras funcionalidades.

Um outro exemplo de interacção é o software QMAGINE Wayfinder, que fornece um conjunto de indicações constituídas por elementos visuais, auditivos, tácteis, entre outros, que permite orientar as pessoas a encontrar o seu caminho dentro de grandes superfícies.

O software QMAGINE Wayfinder fornece um conjunto de indicações que permite orientar as pessoas a encontrar o seu caminho dentro de grandes superfícies
O software QMAGINE Wayfinder fornece um conjunto de indicações que permite orientar as pessoas a encontrar o seu caminho dentro de grandes superfícies

Em suma, os mupis digitais acabam por servir três propósitos:

  • Publicidade;
  • Interacção;
  • Disponibilização de informações úteis (que contribuem para o desenvolvimento do conceito de smart cities).

A instalação dos equipamentos

Em primeiro lugar, e ainda antes da instalação dos mupis digitais para outdoor, factores como as condições climáticas, interacções humanas, exposição a máquinas e automóveis devem ser tidos em conta. Depois, há também a necessidade de se escolher o tipo de materiais a serem utilizados, a dimensão e o hardware e software dos equipamentos. Deve existir ainda uma preocupação com a própria localização, com as soluções de transporte e com a iluminação do local.

Para além disso, e embora o acesso à electricidade e à internet não seja um problema em ambientes fechados, ao ar livre não é bem assim. Garantir o acesso a ambos antes da instalação dos equipamentos outdoor pode evitar posteriores complicações.

Ora, estes factores não são exclusivos. Complementam-se. Assim, melhorar a experiência dos cidadãos e gerar receita para a empresa acabam por ser os principais objectivos, para os quais deve haver uma reflexão prévia. Na PARTTEAM & OEMKIOSKS levamos todos estes factores em conta, até porque o impacto visual de informação dinâmica é fundamental no turismo e na hotelaria e, cada vez mais, o que se verifica é o desenvolvimento das cidades (smart cities) – mais autónomas, inteligentes e tecnológicas.

As instalações dos mupis digitais devem ser devidamente estudadas e planeadas
As instalações dos mupis digitais devem ser devidamente estudadas e planeadas

Como levar em consideração as restrições de instalação

Quando se instala um mupi digital em ambientes exteriores, há uma série de condições a ter em conta. Primeiramente, o local de instalação deve ser o mais apropriado para o equipamento em causa. Por exemplo, há que fazer uma gestão da entrada de cabos e da presença de pragas no local. Depois, o sistema de segurança deve ser adaptado a potenciais interacções humanas. Também o tamanho e o peso devem ser adaptados para que possam suportar os dispositivos internos. Os sistemas de transporte e a disponibilidade de peças de reposição, por sua vez, devem ser questões previamente pensadas.

O design

Os mupis digitais para exterior são mais do que telas de publicidade em locais públicos, pelo que é preciso ter essa ideia em pensamento ainda antes de se dar início a qualquer projecto. Os cidadãos estão “cansados” de publicidade, pelo que é preciso ter também em atenção o próprio design do equipamento. Assim, na PARTTEAM & OEMKIOSKS primamos por um design com linhas modernas e ergonómicas.

Na PARTTEAM & OEMKIOSKS primamos por um design moderno e ergonómico
Na PARTTEAM & OEMKIOSKS primamos por um design moderno e ergonómico

Princípios fundamentais para instalar equipamentos no exterior

De forma a garantir que os equipamentos não se deterioram prematuramente, há que ter em atenção 11 regras fundamentais:

  • Recolher o maior número de informações possível sobre o local da instalação e sobre o respectivo ambiente;
  • Levar em consideração os requisitos para a instalação de sinalização digital para outdoor;
  • Fazer um inventário detalhado do hardware que se encontra dentro do mupi digital;
  • Determinar o tamanho correto do equipamento;
  • Ter em conta o equipamento específico necessário;
  • Prestar atenção ao peso do mupi digital;
  • Considerar a gestão da temperatura;
  • Escolher o material apropriado para a instalação;
  • Não negligenciar as entradas de cabo, que podem ser fonte de humidade e corrosão;
  • Pensar no acesso ao equipamento;
  • Proteger a instalação.

No final de contas, a instalação de mupis digitais no exterior deve responder a três parâmetros fulcrais:

  • Condições meteorológicas;
  • Condições de instalação;
  • Interacções humanas.

A importância do brilho

Existem, todavia, duas grandes questões aquando da instalação de mupis digitais no exterior: o seu desempenho em dias ensolarados e a gestão da temperatura do equipamento. Isto, porque para uma imagem de qualidade, é necessário aumentar o brilho e ter uma boa taxa de contraste. Neste sentido, os displays localizados em ambientes externos devem ter um brilho maior do que os que são colocados em ambientes fechados, daí o facto de os monitores LED serem mais utilizados no exterior. Além disso, à medida que escurece, o brilho é ajustado automaticamente.

Um dos pontos a que se deve dar mais importância é à temperatura. É que se um display ficar muito quente, os seus cristais líquidos poderão ficar permanentemente danificados – é o denominado isotropic blackening effect (em português,  efeito de escurecimento isotrópico). Existem, contudo, algumas formas gerais de controlar a temperatura em displays externos. Uma das hipóteses é utilizar o ar exterior para resfriar os componentes do display, o que evita que a temperatura interior fique muito quente. Outra opção para a gestão da temperatura passa por utilizar a gestão térmica avançada do display para evitar que a temperatura interna fique muito alta. Uma outra forma é usar o ar condicionado dentro do próprio mupi digital, que também funciona de forma automática no que diz respeito à temperatura. Na PARTTEAM & OEMKIOSKS, este efeito é controlado, uma vez que, em todos os projectos de outdoor, é estudado o local e o posicionamento do mupi digital, de modo a analisar a posição do sol durante o dia e perceber se vai prejudicar a utilização do mupi digital.

Mupi Digital PLASMV para a Plataforma das Artes e da Criatividade
Mupi Digital PLASMV para a Plataforma das Artes e da Criatividade

Na verdade, há que estar ciente de que as temperaturas nos equipamentos dependem de vários factores:

  • A quantidade de calor que é gerado pelos componentes do mupi digital;
  • A quantidade de calor gerado por equipamentos auxiliares e de refrigeração (como ventiladores);
  • As condições ambientais (como a própria temperatura, a radiação solar e a velocidade do vento);
  • Os objectos naturalmente presentes no local da instalação (como a sombra, os edifícios, as árvores, os automóveis);
  • O design do equipamento.

Artigo relacionado: Mupis Digitais para Interior e para Exterior: As principais diferenças

A gestão da temperatura é fulcral

Perante as condições inerentes aos mupis digitais para outdoor, pode-se afirmar que o elemento chave deste sistema é o controlo da temperatura. Desta forma, previnem-se manchas, nomeadamente quando a temperatura na superfície da tela é elevada; garantem-se bons níveis de desempenho e assegura-se uma longa duração dos componentes integrados.

Assim, a gestão térmica dos equipamentos é fortemente recomendada, uma vez que:

  • Evita interrupções e mau funcionamento causados pelo sobreaquecimento  ou pelo arrefecimento dos dispositivos electrónicos;
  • Reduz custos relacionados com a instalação e manutenção dos equipamentos;
  • Aumenta a duração dos componentes internos.

O uso de materiais adequados

Os mupis digitais para o exterior estão constantemente expostos às alterações climáticas, pelo que dias de chuva ou dias com temperaturas mais elevadas podem mesmo danificar o equipamento. Desta forma, e garantindo o bom funcionamento de todos os equipamentos, existem vários materiais que a PARTTEAM & OEMKIOSKS usa para verificar isto mesmo:

  • Fechaduras de compressão e design com curvas estratégicas para que, em caso de chuva, a água possa escorrer;
  • Uma unidade de ar condicionado integrada, sistemas de refrigeração e materiais de protecção UV apropriados para temperaturas elevadas;
  • Displays suficientemente brilhantes, por forma a que exista visibilidade a qualquer hora do dia, mesmo com grande exposição solar;
  • Sistemas que evitam a entrada de fumo, poeiras ou água, garantindo a protecção IP65;
  • Vidros temperados e/ou laminados que conseguem suportar grandes diferenças de temperatura e outros impactos.
Averiguação dos pontos de maior temperatura
Averiguação dos pontos de maior temperatura

Além disso, na PARTTEAM & OEMKIOSKS todos os mupis digitais são concebidos com intensivos testes de qualidade. O equipamento de testes de fim de linha, por exemplo, é utilizado para verificar todas as ligações (montagem) do quadro eléctrico presente no interior dos mupis digitais. Estes testes garantem, assim, que se cumprem todas as guidelines relativas à protecção eléctrica de componentes. Consequentemente, assegura-se que a assemblagem é bem executada, sem colocar em causa o funcionamento dos equipamentos, bem como a segurança do utilizador. Um outro teste que se põe em prática na PARTTEAM & OEMKIOSKS é a averiguação dos pontos de maior temperatura, com vista a ventilar devidamente os mupis digitais, garantido a máxima performance e segurança, em qualquer situação e mesmo com temperaturas atmosféricas adversas.

A segurança das operações, de pessoas e bens, do ambiente e no trabalho constitui um bem a preservar como garantia da oferta de serviços aos clientes e como defesa das condições de trabalho dos colaboradores.

Para além do cumprimento das regras de segurança instituídas, há que valorizar todos os contributos de melhoria que sejam apresentados pelos clientes, parceiros, fornecedores e colaboradores.

O sucesso no mercado depende, por isso, da capacidade em fornecer produtos e serviços que satisfaçam e/ou superem as expectativas. Já a excelência em Qualidade é obtida pela identificação, documentação, visualização e melhoria contínua dos processos.

O local de instalação

A preparação do local é fundamental para a instalação de equipamento para outdoor. Tal como é prática da PARTTEAM & OEMKIOSKS, as instalações dos mupis digitais devem ser devidamente estudadas e planeadas, consoante o local onde o produto será instalado. Com efeito, estes devem ser locais com um pavimento nivelado e estável, evitando vibrações e outro tipo de impactos. Posteriormente, o equipamento é posicionado de acordo com a exposição solar.

A preparação do local é fulcral para a instalação de equipamento para outdoor
A preparação do local é fulcral para a instalação de equipamento para outdoor

Instalação ao ar livre: dificuldades e consequências

Independentemente do tipo de área em que se instala o equipamento, há que ter em consideração vários aspectos, pois as consequências podem ser sérias e custar mais:

  • Condições atmosféricas: temperaturas extremas, variações de temperatura, chuva, neve, humidade e radiações ultravioleta podem causar corrosão, sobreaquecimento dos dispositivos, mau funcionamento do equipamento e avaria de materiais mais sensíveis;
  • Restrições de instalação: no que ao equipamento instalado diz respeito, há que ter em atenção o local da exposição (e, consequentemente, a qualidade do ar e a exposição a substâncias químicas) e as operações de manutenção, que, além das consequências referidas no parágrafo acima, podem fazer com que o tempo de instalação aumente;
  • Interacções humanas: os equipamentos instalados em áreas públicas devem ser especialmente protegidos, uma vez que estão expostos a vandalismo, poluição sonora, roubos e a riscos eléctricos e de incêndio;
  • Choques mecânicos: a queda de árvores e/ou galhos, a vegetação e as máquinas industriais podem originar danos susceptíveis de enfraquecer a protecção do equipamento;
  • Ataques urbanos: os dejectos de animais e os veículos para limpeza de estradas podem, por sua vez, causar corrosão e humidade;
  • Más escolhas aquando da instalação: erros no material, nos tamanhos, nos sistemas de aquecimento/refrigeração e na própria arquitectura podem motivar falta de resistência mecânica, falta de resistência aos raios ultravioleta, falta de segurança, falta de equilíbrio térmico e, ainda, falta de avaliação técnica.

Visibilidade

Para que a qualidade das imagens seja elevada em ambientes de maior luminosidade, todos os equipamentos – e tal como fazemos na PARTTEAM & OEMKIOSKS – devem possuir:

  • Vidros anti-reflexo, que reduzem substancialmente a reflexão da luz causada pelos raios solares;
  • Vidros anti-glare, que oferecem uma melhor experiência a nível de toque, filtrando e reduzindo os elementos inconvenientes causados pelo brilho e pelos reflexos do sol;
  • Vidros extra-clear, que oferecem uma renderização mais optimizada das cores e, por conseguinte, cores mais nítidas, brilhantes e reais;
  • Vidros temperados, que têm mais resistência do que o vidro comum, ideais para suportar grandes diferenças de temperatura;
  • Vidros laminados e compostos por duas ou mais placas de vidro, que tornam o mupi digital mais resistente a impactos.
Os vidros dos mupis digitais da PARTTEAM & OEMKIOSKS são equipados com vidros de alta qualidade
Os vidros dos mupis digitais da PARTTEAM & OEMKIOSKS são equipados com vidros de alta qualidade

Segurança

Tendo em conta que os mupis digitais para outdoor funcionam, normalmente, como uma solução autónoma, estes devem ser concebidos para evitar o acesso a hackers e outros cibercriminosos. Isto, porque devido à natureza pública das exposições, estes equipamentos conseguem alcançar um vasto público. Assim, equipar mupis digitais com recursos de segurança é fundamental para evitar possíveis problemas. Na PARTTEAM & OEMKIOSKS asseguramos um sistema de internet segura, de forma a evitar problemas relacionados com a cibersegurança.

Como levar em consideração as interacções humanas

Quando se instala um mupi digital em ambientes exteriores, também existe uma série de factores relacionados com os locais que se devem considerar: os roubos, o vandalismo, o design e a poluição sonora. Com efeito, importa, desde logo, proteger as pessoas da instalação de forma a evitar riscos para a saúde:

  • Riscos eléctricos e de incêndio;
  • Poluição sonora;
  • Poluição visual.

Já no que concerne à segurança do próprio equipamento – para proteger o mupi digital da acção humana e para permitir a continuidade do serviço – é necessário ter em atenção:

  • Uma integração discreta do equipamento no espaço público;
  • Os sistemas anti-roubo;
  • Os sistemas anti-vandalismo.

Sistemas de controlo remoto

Uma das características mais inovadoras que os mupis digitais podem ter é o sistema de controlo remoto THE BRAIN, concebido e utilizado pela PARTTEAM & OEMKIOSKS. Este portal web gere e monitoriza operações, permitindo executar funções de controlo do estado de todos os componentes instalados nos equipamentos.

São várias as informações que se conseguem obter a partir dos sensores dos equipamentos, assim como dados estatísticos, que garantem a boa manutenção dos mupis digitais:

  • Estado dos componentes;
  • Valores dos sensores;
  • Ligar/desligar componentes;
  • Configurar envio de emails;
  • Temperaturas;
  • Localização do quiosque.
Com o sistema THE BRAIN é possível receber informação do estado dos dispositivos através de SMS
Com o sistema THE BRAIN é possível receber informação do estado dos dispositivos através de SMS

É ainda possível receber informação sobre o estado dos dispositivos através de SMS. Isto permite que os utilizadores autorizados (como pessoal técnico) recebam alertas no telefone ou smartphone e possam operar sobre os dispositivos instalados no seu mupi digital através de SMS. Por exemplo, uma SMS com o texto “Display Off” irá desactivar a exibição de imagem de um equipamento em particular.

Normas e certificações

Como existem várias marcas de certificação, eis algumas que se destacam pela sua importância:

  • IEC 62.208: Seguindo esta norma, a resistência do equipamento é testada em condições extremas, de forma a garantir a resistência a intempéries e a corrosões;
  • IEC 60.529: De acordo com este padrão, são definidos os graus de protecção IP relativos aos níveis de protecção das pessoas e de forma a conter a entrada de sólidos;
  • IEC 62.262: Esta norma define os graus de protecção para equipamentos eléctricos contra impactos mecânicos externos;
  • ISO12944: Certificado de resistência à corrosão;
  • IEC 60.950: Protecção eléctrica;
  • IEC 61.439: Perante esta norma, os painéis de controlo de baixa tensão são testados para se verificar se não há nenhuma falha que possa causar um choque eléctrico;
  • Soluções anti-vandalismo (IEC 61.439-5, IEC 60.297 e IEC 61.696-3) incluem resistência à carga de choque, resistência a objectos com arestas afiadas, definição de dimensões básicas dos painéis frontais, testes climáticos, testes biológicos, resistência a substâncias químicas e testes mecânicos;
  • Soluções anti-roubo abrangem um “kit anti-roubo”, o que significa que o equipamento é capaz de resistir a um ataque com ferramentas (como martelos e chaves de fendas).

O conteúdo

As mensagens e informações que aparecem nos displays dos mupis digitais são a área mais negligenciada aquando da criação do equipamento. No entanto, esta é fundamental para que se atinjam as metas de sinalização digital. Um bom conteúdo impulsiona os negócios e, consequentemente, prende a atenção do público-alvo. Aliás, quando utilizado de forma eficaz, o conteúdo tem resultados surpreendentes e apelativos junto da população, na medida em que a publicidade digital permite estender os limites da imaginação.

As vantagens de um mupi digital para outdoor

Apesar dos vários processos que devem ser tidos em conta aquando da instalação de um equipamento em ambientes exteriores, são muitas as vantagens que este oferece, num mundo cada vez mais digital:

  • Capacidade de fornecer publicidade durante o dia;
  • Grande visibilidade;
  • Flexibilidade para alterar mensagens e para fazer as pessoas reflectirem sobre preços e promoções;
  • Os anunciantes podem exibir várias mensagens ao longo do dia;
  • Conteúdos exibidos em alta qualidade;
  • Promoção de anúncios em diversos formatos;
  • Integração com dispositivos móveis, internet, redes sociais e outras tecnologias disponíveis no mercado;
  • Menos manutenção, tendo em conta a modernidade do equipamento;
  • O facto de os equipamentos possuírem monitores LED brilhantes atrai a atenção do público;
  • Alcance do público, com campanhas e anúncios direccionados a nichos específicos do mercado;
  • Espaço para a criatividade.
Mupi Digital promove Turismo na Sérvia
Mupi Digital promove Turismo na Sérvia

Assim, podemos concluir que a sinalização digital externa é uma excelente forma de comunicação e uma oportunidade de investimento em potencial. Aliado a isto está o facto de os mupis digitais – devido à forte interactividade que proporcionam e por serem estruturas diferentes e tecnológicas – aumentarem a visibilidade das marcas e criarem notoriedade junto dos consumidores através da experiência ao cliente. No entanto, o processo de compra exige pesquisa e conhecimento – algo facilmente solucionável com os serviços da PARTTEAM & OEMKIOSKS, atendendo à experiência que adquiriu ao longo dos anos. Optar por produtos de qualidade (em vez de se escolher o que é mais barato) pode fazer a diferença, nomeadamente pelas especificidades inerentes à instalação de um mupi digital para outdoor.

A PARTTEAM & OEMKIOSKS é uma referência mundial no desenvolvimento e fabrico de soluções digitais, capazes de potenciar o sucesso de qualquer evento.

CONHEÇA OS NOSSOS MUPIS DIGITAIS. CLIQUE AQUI.